Quer saber como fazer o credenciamento médico para começar a atender em planos de saúde? Então, este é o artigo certo.

A Conclínica escreveu este conteúdo, pensando em ajudá-lo a compreender como funciona e se vale a pena se credenciar.

Para descobrir, leia este artigo até o final. Boa leitura!

O que é credenciamento médico e como funciona?

O credenciamento médico consiste na inclusão de um profissional da medicina em uma lista de plano de saúde para a prestação de atendimento.

Dessa forma, ele passa a atender os pacientes que tenham determinado convênio. Logo, é uma maneira de aumentar o fluxo de pacientes em sua agenda médica.

Assim, fazer o credenciamento médico pode ser interessante principalmente para os profissionais que estão iniciando a carreira.

Afinal, apesar de gerar um retorno financeiro menor em muitos casos, essa é uma forma de levar o seu atendimento a mais pessoas.

Isso porque, conforme dados da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), eram quase 800 operadoras de planos de saúde em 2019 no Brasil.

Banner Conclinica teste app

Além disso, quase 50 milhões de pacientes contam com os serviços desses planos. Portanto, os dados comprovam que o número de atendimentos por convênios tende a ser bem alto.

Porém, há vantagens e desvantagens em fazer o credenciamento médico. Para conhecê-las, leia o tópico a seguir.

médica atendendo paciente. Imagem ilustrativa para texto Credenciamento médico.

Vale a pena se credenciar a um plano de saúde? 

Antes de você se credenciar a um convênio, é interessante ponderar os prós e contras, para saber se essa é a melhor opção para os seus atendimentos.

Muitos profissionais têm dúvidas, por exemplo, sobre a questão do faturamento de credenciamento médico. 

Para ajudá-lo a tirar essas e outras dúvidas, vamos apresentar as vantagens e desvantagens a partir de agora. 

Pontos positivos

A primeira vantagem de se credenciar a um plano de saúde consiste, justamente, no aumento no número de pacientes.

Afinal, fazer atendimentos por planos de saúde é uma forma de chegar a mais pessoas e mostrar a qualidade do seu trabalho.

Dessa maneira, ao fazer mais atendimentos, o fluxo de caixa da sua clínica ou consultório pode ser maior, gerando mais lucro.

Consequentemente, essa pode ser uma forma de ver sua empresa crescer, refletindo o sucesso que todo profissional almeja.

A forma como os novos pacientes vão chegar até você é outra vantagem de fazer o credenciamento médico.

Isso porque, ao entrar na lista de um plano de saúde, seu nome constará junto ao de outros profissionais reunidos por especialidade.

Com isso, ao procurar por um especialista, o paciente terá o seu nome dentre as opções de profissionais apropriados para a sua situação.

Desvantagens

Se, por um lado, o aumento no número de atendimentos é um ponto positivo, por outro, pode ser um pouco perigoso.

Neste caso, estamos considerando a sua saúde física e mental, pois há casos em que o médico se preocupa em não recusar nenhum atendimento, ao ponto de sobrepor sua vida profissional à pessoal.

Além disso, conforme comentamos anteriormente, um ponto negativo dos planos de saúde é o valor inferior a receber por cada consulta. Por conta disso, muitos médicos preferem realizar somente atendimentos particulares.

Pode ser considerado, ainda, como ponto negativo a burocracia tanto para se cadastrar, quanto para receber o pagamento de credenciamento médico.

Para entrar no plano de saúde, normalmente, as operadoras pedem uma lista longa de documentos pessoais e da empresa.

Já em relação ao pagamento, muitos pagamentos costumam ser exigidos após os atendimentos, o que atrasa o recebimento dos valores.

Por isso, você precisa refletir sobre isso para definir se o credenciamento médico é o ideal para o seu trabalho. Se você acredita que sim, veja como se credenciar a seguir.

Como fazer o credenciamento médico: confira o passo a passo 

Se você decidir por fazer o credenciamento médico, é importante conhecer os passos necessários. Dessa forma, vamos listar agora as etapas desse processo. Acompanhe!

Pesquisar sobre o público

Antes de entrar em um plano de saúde, compreenda as necessidades do seu público. 

Por exemplo, caso seu consultório esteja perto de uma empresa em que os funcionários tenham determinado plano, talvez seja interessante se credenciar a ele para atrair as pessoas que estão perto de você.

Além disso, considere as preferências dos que já são seus pacientes. Assim, verifique quais são as opções de convênios que eles possuem.

Afinal, mais importante do que escolher as maiores operadoras é optar pela que melhor atende às necessidades do seu público. 

Conhecer as opções de operadoras

O próximo passo é pesquisar operadoras. Como você viu, são várias. Por isso, é fundamental analisar alguns aspectos.

Um deles é se o convênio disponibiliza atendimentos da sua especialidade aos pacientes. Outro aspecto é a área de cobertura, pois a clínica precisa estar localizada na região da rede conveniada.

Muito importante, também, é verificar os valores que o plano repassa aos profissionais, além de apoio e outros benefícios.

médica com prancheta para atendimento. Imagem ilustrativa para texto Credenciamento médico.

Reunir documentos 

Como dissemos anteriormente, para fazer o credenciamento médico, você vai precisar enviar uma série de documentos. Por isso, atenção à lista a seguir para ver quais são essenciais.

  • CPF ou CNPJ;
  • CRM;
  • ISS e comprovante de pagamento;
  • Alvará da Vigilância Sanitária e de funcionamento;
  • Dados acerca do local e corpo clínico;
  • Lista de todos os profissionais que trabalham na clínica;
  • Currículo de todos eles;
  • Comprovante de conta em banco;
  • Quando pessoa jurídica, contrato social e ata de reunião.

Confira se todos os documentos foram reunidos e, em seguida, encaminhe-os para empresa do plano de saúde.

Fazer o cadastro

Com as etapas anteriores concluídas, o próximo passo é fazer o cadastro e aguardar a resposta.

Vale comentar que, na maioria das vezes, uma solicitação só é recusada se faltar alguma informação, ou se os dados apresentados forem inconsistentes.

Testar Soluções para Gestão de Clínicas e Consultórios por 7 dias Grátis

Gerencie sua clínica com ajuda com o Conclínica

Depois de saber como funciona o credenciamento médico, caso você decida que essa é a melhor opção, considere utilizar um software para gestão de clínicas.

Isso porque, como você viu, ao entrar em um plano de saúde, o movimento no seu consultório poderá aumentar consideravelmente.

Assim, conheça as soluções da Conclínica para ajudar na administração da sua empresa. Lembre-se de que, além de médico, os donos de clínicas e consultórios também são empresários.

Se este artigo te ajudou, fique à vontade para conferir outros conteúdos do Blog da Conclínica.

Compartilhe em suas redes sociais