Uma gestão de pessoas eficiente garante uma equipe unida, desempenhando seu trabalho da melhor maneira possível. Como resultado, se tem funcionários mais motivados e pacientes mais satisfeitos. Neste artigo você vai entender no que consiste esse gerenciamento e como implementá-lo. Não deixe de ver! 

Gestão de pessoas ou gestão de processos?

Antes de entender como fazer uma boa gestão de pessoas, é bom saber se você precisa de uma repaginação da administração do seu pessoal (colaboradores) ou dos processos da clínica.

OK, mas o que isso quer dizer na prática? Uma clínica bem administrada precisa de pessoas bem geridas, mas também processos bem estabelecidos.

Com isso em mente, você precisa entender que a gestão de pessoas é algo separado da gestão de processos da clínica, mas quando ambas são bem trabalhadas, os resultados são ainda melhores. 

Em resumo, gerir pessoas é ajudar a empresa a alcançar resultados melhores por meio de:

  • trabalho em cima do engajamento, capacitação e crescimento dos funcionário;
  • transmissão da importância dos funcionários para cada um deles;
  • trabalho em conflitos internos;
  • melhora da comunicação interna;
  • garantia da satisfação do time. 

Quais são os pilares de uma boa gestão de pessoas?

A gestão de pessoas se baseia em alguns pilares e, se você quer usufruir dos benefícios dela, indicamos que siga cada um deles. Olha só:

  • motivação: uma equipe desmotivada vai produzir mal e isso pode acontecer por diversos motivos como falta de plano de carreira, baixa remuneração, desorganização de processos e sobrecarga de trabalho;
  • comunicação: essa é a base para fazer com que o time se sinta realmente parte da empresa e isso pode ser feito com feedbacks constantes e uma comunicação clara e objetiva. 
  • trabalho em equipe: nem todas as funções exigem trabalho conjunto, mas é interessante incentivar um espírito colaborativo entre todos;
  • conhecimento e desenvolvimento: aqui estamos falando de saber tirar o melhor de cada funcionário, com treinamentos e capacitação (que podem ir desde habilidades para lidar com pacientes até uso de ferramentas de gestão e auto gerenciamento).

Como fazer uma gestão de pessoas eficiente no seu consultório médico?

Gerir pessoas é uma responsabilidade que pode ser desafiadora, mas apenas se não souber por onde começar. Veja dicas essenciais:

Crie uma cultura organizacional

A cultura organizacional de qualquer empresa está relacionada aos hábitos, responsabilidades e normas a serem seguidas. É nesse momento que a gestão precisa estabelecer hábitos disciplinares para os colaboradores realizarem exatamente as funções pelas quais são responsáveis, e da maneira mais otimizada possível. 

Otimize processos

Como você viu, a gestão de pessoas se torna muito mais fácil quando os processos internos da clínica são otimizados. Isso pode ser feito mapeando todas as atividades realizadas diariamente pelos funcionários, incluindo:

Com esses processos revistos, o gestor da clínica poderá avaliar melhor as rotinas e os seus impactos e, assim, evitar falhas e gargalos.

Ouça o que o colaborador tem a dizer e facilite a comunicação interna

 Como já falamos, uma comunicação clara e objetiva é um pilar da gestão de pessoas. Por isso, sempre deixe as portas abertas para o diálogo entre a administração e funcionários.

 É claro que no dia a dia corrido de uma clínica nem sempre existe tempo para isso, nesse caso as alternativas são:

  • criação de um time de comunicação institucional; 
  • envio de newsletters periódicas para todo o time;
  • implementação de ferramentas próprias para comunicação como chat interno;
  • reuniões mensais;
  • abertura de canais de avaliação da gestão;
  • feedback mensal com avaliação de desempenho. 

Não se esqueça: o compartilhamento de informações transmite mais segurança para os colaboradores da empresa, ajuda no desenvolvimento deles e, por consequência, impacta no crescimento da clínica.

Como um sistema de gestão de clínicas ajuda a gerir pessoas?

A maioria das ações que falamos até o momento dependem exclusivamente do administrador, dono ou gestor da clínica médica. Então será que existem ferramentas organizacionais que ajudam nessa coordenação? A resposta é sim. 

A tecnologia na medicina está cada vez mais presente em consultórios e clínicas. Não apenas no atendimento ao paciente, mas também em processos internos. Lembra que a gestão de processos e de pessoas trabalham em conjunto? Exatamente! 

Uma ferramenta de gestão de clínicas, como o Conclínica, pode ajudar no dia a dia dos funcionários pois possuem recursos necessários para administrar agendamentos de consultas, finanças do consultório e sistematizar funções que podem ser prejudicadas pela falha humana.

Agora que você já sabe a importância de uma gestão de pessoas e por onde começar a implementá-la, confira também o artigo Gestão Médica — Como Organizar Sua Clínica Com 3 Dicas.

Compartilhe em suas redes sociais