O Marketing Médico é extremamente importante atualmente. Afinal, no meio de tanta concorrência, os profissionais de saúde precisam encontrar formas de se destacar para obter novos pacientes.

Dentre as muitas práticas que podem ser aplicadas, o Facebook ganha lugar de destaque. Uma das principais redes sociais, ela é hoje a segunda mais acessada no Brasil. No mundo, é o 3º país que mais consome conteúdos pela plataforma. Logo, é uma fatia enorme da população que não pode ser ignorada em sua estratégia.

Além disso, a rede social oferece grandes possibilidades para segmentação de público e a flexibilidade para trabalhar o orçamento disponível para impulsionar publicações. Algo que é imprescindível para uma estratégia efetiva.

Portanto, investir no Facebook para sua divulgação é essencial para aumentar seus resultados no marketing médico. Por isso vamos passar 7 dicas de ações para gerenciar a sua página, melhorar sua visibilidade, aparecer para novos seguidores e expandir sua agenda médica.

Quer saber quais são essas dicas? Continue lendo.

Aprenda mais sobre Redes Sociais para médicos com nosso E-Book

Se você está aqui sabe como é importante, nessa era tecnológica em que vivemos, estabelecer uma presença digital. O Facebook é a rede ideal para começar, mas não é a única. Plataformas como o Instagram e o YouTube podem trazer um grande retorno para sua visibilidade e autoridade.

Por isso é importante você aprender mais sobre cada uma delas, e como tirar proveito de suas ferramentas para alcançar um novo público. Pensando nisso, o Conclínica criou o Ebook “Redes Sociais para Médicos”. Um material gratuito de marketing digital para as redes visando ajudar a conhecê-las melhor e dar seus primeiros passos.

Leia Também:

Banner Conclinica teste app

7 dicas para divulgar sua página do Facebook

Quer melhorar seu desempenho no Facebook? Siga as dicas abaixo:

Crie uma página, e não um perfil

O primeiro passo é criar uma página. Diferente de um perfil pessoal, uma página possibilita várias vantagens para seu gerenciamento. Alguns exemplos são:

  • Não ter limite para fãs;
  • Facilidade para incluir diferentes administradores à página (basta ter perfil próprio);
  • Possui dados estatísticos dos seguidores e dos conteúdos;
  • Possibilidade de diferentes personalizações para contatos, como botão de ligação e mensagens;
  • Fácil criação de anúncios segmentados.
  • Programar posts para publicação;

E o ponto mais importante: diferente dos perfis, as páginas não são deletadas pela rede. A menos que o dono da página faça isso.

Faça publicações regularmente

Manter uma frequência de publicações é muito importante. Dessa forma, sempre haverá material novo para manter seus seguidores engajados. Essa interatividade é importante, afinal, não adianta nada publicações que não geram curtidas, comentários ou compartilhamentos.

Uma dica para seguir publicando regularmente é criar um calendário de publicações. Assim você planeja tudo com antecedência e mantendo a periodicidade.

Publique informações de interesse do seu público

É ideal que você conheça o seu público, para sempre postar conteúdos relevantes, despertando o interesse deles e instigando seu engajamento. Além de ter o poder de se tornar uma referência na sua área de atuação, aproximando-se das pessoas que podem vir a ser futuros pacientes.

Não sabe que tipo de posts fazer para fisgar seu público? Aqui estão 5 ideias:

  1. Utilize imagens, são ótimas para compartilhamento;
  2. Responda dúvidas gerais sobre a sua área;
  3. Divulgue gráficos informativos, e não esqueça de citar a fonte;
  4. Informe sobre sua participação em simpósios e congressos. Mostra que você se mantém atualizado e é uma autoridade em seu ramo;
  5. Aposte em textos de curiosidade (aqueles do tipo “você sabia?”).

Publique em horários estratégicos

Existem estudos que mostram que os horários de pico nas redes sociais, a hora que aumenta o número de pessoas acessando, geralmente é 11h da manhã e 17h da tarde. Mas na prática, é preciso sempre testar horários diferentes para saber em quais seu público-alvo responde melhor aos posts.

Uma dica é postar o mesmo conteúdo em 3 diferentes horários do dia, e ver em qual ele terá um maior engajamento.

Saiba aceitar comentários negativos

Durante seu trabalho em sua página no Facebook, pode chegar o momento onde alguém fará um comentário ou crítica negativa. Seja por algum post que você tenha publicado, ou por não ter recebido um bom atendimento em sua clínica.

Em horas assim, é importante manter a calma e tentar resolver o problema respondendo da forma mais diplomática possível. Seja direto e atencioso. O objetivo é contornar a situação para que não se torne uma crise.

Não se esqueça de seguir as normas do CFM

Em relação à área da saúde, o CFM (Conselho Federal de Medicina), é bastante rigoroso com o que é proibido postar no Facebook e outras redes sociais. É preciso ficar atento às regulações que o órgão define para não infringi-las.

Por exemplo, é proibido divulgar:

  • fotos “antes e depois” dos pacientes;
  • imagens de doenças que choquem o público;
  • conteúdo sensacionalista.

Para saber mais detalhes das limitações impostas pelo órgão, veja as resoluções nº 1974/11 e 2126/15.

Acompanhe e mensure seus resultados

É fundamental para o seu progresso saber se as ações colocadas em práticas estão surtindo resultado. O Facebook possui várias ferramentas de mensuração na própria página ou no seu Estúdio de Criação.

De ambas as formas, você pode verificar quantas pessoas estão sendo atingidas com o seu post. Sabendo assim, com qual assunto ou formato (texto, vídeo, imagem, etc) elas estão interagindo mais.

Ter um software de gestão também pode ajudar você a acompanhar sua agenda e os processos da sua clínica.

Agora você tem tudo que precisa para dar seus primeiros passos na sua página do Facebook. Se você gostou dessas dicas, outros médicos podem gostar também. Compartilhe com eles, para que também possam fazer ações na rede social. E continue no blog do Conclínica para mais dicas como essas.

Compartilhe em suas redes sociais