O PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) é um programa obrigatório para empresas que visa promover e preservar a saúde dos trabalhadores, através da realização de exames médicos e medidas preventivas no ambiente de trabalho. Saiba mais!

A saúde e o bem-estar dos funcionários são aspectos importantes para o funcionamento de qualquer empresa. Nesse sentido, a implementação do PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) é uma medida indispensável para garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável.

O PCMSO é um programa voltado para a prevenção de problemas de saúde dos funcionários, demonstrando o cuidado e a preocupação da empresa com sua equipe. Além disso, ele desempenha um papel fundamental na redução de custos para as empresas, evitando gasto com indenizações decorrentes de acidentes de trabalho ou doenças.

Neste artigo, exploraremos o que é o programa, como implementá-lo de forma eficaz, seu funcionamento e os benefícios que ele traz para as empresas e seus colaboradores. Boa leitura!

O que é o PCMSO?

O PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) é um conjunto de diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Norma Regulamentadora 7 (NR-7) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no Brasil. Foi instituído em 29 de dezembro de 1994, através da Portaria SST nº 24, consolidando a primeira revisão da NR-07. 

Esse programa visa promover a saúde e a qualidade de vida dos trabalhadores, prevenindo doenças e riscos ocupacionais, mantendo um ambiente de trabalho seguro.

Dessa forma, o PCMSO define as obrigações e responsabilidades tanto do empregador quanto dos trabalhadores em relação à saúde ocupacional.

Além disso, é importante mencionar que o programa é obrigatório, por isso, pode haver fiscalização. O não cumprimento das determinações pode acarretar em multas e penalidades para as empresas, além de colocar em risco a saúde e a segurança dos trabalhadores.

Leia também: Quer alcançar o controle financeiro da sua clínica ou consultório? Veja 11 dicas práticas para implementar 

Banner Conclinica teste app

Benefícios do PCMSO para as empresas e seus colaboradores.

O PCMSO traz uma série de benefícios tanto para as empresas quanto para seus colaboradores:

Para as empresas:

  • Cumprimento da legislação: implementar o programa permite que a empresa cumpra as exigências legais, evitando multas e sanções.
  • Prevenção de doenças ocupacionais: a realização de exames periódicos ajuda a identificar precocemente problemas de saúde relacionados ao trabalho, permitindo a adoção da medicina preventiva para evitar complicações futuras.
  • Redução de custos com afastamentos: o PCMSO pode ajudar a reduzir os custos relacionados a afastamentos por motivos de saúde ao detectar problemas de saúde dos colaboradores precocemente.

Para os colaboradores:

  • Promoção da saúde: o programa oferece exames médicos periódicos que ajudam a identificar e tratar problemas de saúde relacionados ao trabalho.
  • Segurança no ambiente de trabalho: contribui para a identificação e controle de riscos ocupacionais, garantindo um ambiente de trabalho mais seguro e saudável para os colaboradores.
  • Valorização profissional: os colaboradores se sentem valorizados e motivados quando percebem que a empresa se preocupa com sua saúde e segurança, o que pode aumentar o comprometimento com o trabalho.

Leia também: Imposto de renda para médicos: entenda como funciona e como declarar

Qual é a diferença entre PCMSO e PPRA?

O PCMSO e o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) são dois programas essenciais de segurança e saúde ocupacional estabelecidos pela legislação trabalhista brasileira. 

O PCMSO, regido pela NR 7, promove e preserva a saúde dos trabalhadores por meio de exames médicos periódicos e orientações preventivas. 

Por outro lado, o PPRA, regulamentado pela NR 9, concentra-se na preservação da saúde e integridade dos trabalhadores, avaliação e controle de riscos ambientais no local de trabalho. Este programa também é de responsabilidade do empregador e requer a implementação de medidas preventivas para mitigar riscos físicos, químicos e biológicos. 

O PPRA pode ser realizado pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) ou por profissionais de segurança do trabalho, ou da medicina ocupacional que possuam competência para tal atividade, conforme determina a legislação.

Portanto, enquanto o PCMSO se concentra na saúde dos trabalhadores e em exames médicos específicos, o PPRA está voltado para a identificação e controle dos riscos ambientais presentes no ambiente de trabalho, garantindo, assim, um ambiente seguro e saudável para todos os funcionários.

Testar Soluções para Gestão de Clínicas e Consultórios por 7 dias Grátis

Quem deve implementar o PCMSO?

O PCMSO deve ser implementado pelo empregador, ou seja, é de responsabilidade da empresa assegurar a sua execução. Como também, o empregador é encarregado de garantir a implantação do programa na empresa e custear todos os procedimentos e exames médicos ocupacionais.

Sendo assim, é obrigatório para todas as empresas que admitam trabalhadores como empregados, independentemente do porte, do número de funcionários ou do ramo de atividade.

Além disso, torna-se obrigatório no momento em que a empresa contrata seu primeiro empregado, e a obrigatoriedade persiste enquanto houver trabalhadores contratados sob o regime de emprego.

Quem faz o PCMSO?

É elaborado e implementado por profissionais da área da saúde, com destaque para médicos do trabalho. Estes profissionais são responsáveis por conduzir todas as etapas do processo, desde a realização de exames médicos ocupacionais até a elaboração de relatórios e recomendações para garantir a saúde e segurança dos trabalhadores. 

O médico do trabalho é especialmente qualificado para identificar e avaliar os riscos ocupacionais e para propor medidas preventivas necessárias para proteger a saúde dos trabalhadores no ambiente de trabalho.

Leia também: Saiba como melhorar a gestão de tarefas na sua clínica médica

Como funciona o PCMSO?

O funcionamento do PCMSO envolve geralmente as seguintes etapas:

1. Planejamento

A empresa deve elaborar um plano de ação que inclua ações de promoção da saúde, prevenção de doenças e acidentes relacionados ao trabalho.

2. Realização de exames médicos

O PCMSO determina quais exames médicos ocupacionais são necessários, como admissionais, periódicos, de mudança de função, de retorno ao trabalho e demissionais. Esses exames são realizados por médicos do trabalho.

3. Registro de dados e resultados

Os resultados dos exames médicos e outras informações relevantes sobre a saúde ocupacional dos trabalhadores devem ser registrados e mantidos em arquivo pela empresa.

4. Implementação de medidas preventivas

Com base nos resultados dos exames e análise dos riscos presentes no ambiente de trabalho, a empresa deve adotar medidas preventivas para garantir a saúde e segurança dos trabalhadores.

5. Acompanhamento e avaliação

O PCMSO deve ser revisado periodicamente para avaliar sua eficácia e realizar eventuais ajustes necessários.

Exames médicos obrigatórios no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional

No PCMSO, os exames médicos obrigatórios variam conforme a função exercida pelo trabalhador, os riscos ocupacionais aos quais está exposto e as diretrizes estabelecidas pela NR-7. Alguns dos exames médicos comuns incluídos são:

  • Exame admissional: realizado antes do início das atividades do trabalhador na empresa para avaliar suas condições de saúde em relação às exigências do cargo.
  • Exame periódico: realizado periodicamente para monitorar a saúde do trabalhador durante o tempo em que estiver empregado na empresa. A frequência desses exames pode variar conforme os riscos ocupacionais, mas geralmente é anual.
  • Exame de mudança de função: realizado quando o trabalhador é transferido para outra função dentro da empresa que exige avaliação médica específica.
  • Exame de retorno ao trabalho: realizado após afastamento do trabalhador por período superior a 30 dias, em decorrência de doença ou acidente de trabalho.
  • Exame demissional: realizado quando o trabalhador é desligado da empresa para avaliar suas condições de saúde no momento da rescisão do contrato de trabalho.

Além desses, outros exames podem ser exigidos conforme as características do ambiente de trabalho e os riscos presentes. Por exemplo, exames de audiometria, oftalmológicos e de laboratório podem ser solicitados de acordo com a necessidade.

Organize os exames e procedimentos da sua clínica com o Conclínica 

O Conclínica se destaca como uma solução de software de gestão de clínicas, oferecendo suporte na organização e administração de todas as questões relacionadas à gestão médica e financeira da sua clínica ou consultório. 

Para mais informações sobre como o Conclínica pode auxiliar o seu negócio, entre em contato conosco ou faça um teste grátis!

Compartilhe em suas redes sociais